Pólo de prevenção a violência doméstica e abuso sexual contra crianças e adolescentes – LIGA SOLIDÁRIA

Nova Pesquisa

Objetivos: trabalhar na prevenção e atendimento psicossocial a crianças, adolescentes e suas famílias vítimas de violência doméstica e o abuso sexual. Promover a sensibilização e capacitação de diferentes atores sociais, visando o fortalecimento nas ações de prevenção, a identificação e compreensão do fenômeno da violência doméstica.

Atividades desenvolvidas:

- Passeata da Paz: Ocorre anualmente no dia 18 de Maio, mobilizando crianças, adolescentes, educadores, agentes de saúde, escolas da região, lideranças comunitárias.

- Encontros quinzenais para discussão de casos;

- Supervisão Mensal com profissional especializado;

- Encontro Mensal com a Rede Comunitária de serviços;

- Oficinas de sensibilização de pais das crianças e adolescentes da organização;

- Capacitação de Educadores e outros atores sociais;

- Oficinas de Cultura de PAZ para crianças e adolescentes inseridos nos serviços da Organização.

Para o fortalecimento do trabalho contamos ainda com suporte de alguns parceiros, a partir da demanda apresentada:

- Terapeutas de Família do Grupo de Estudos de Violência;

- Advogados (Apoio Jurídico) aos técnicos;

- Equipe de Mediação de Conflitos;

- Escolas da Região que participam dos encontros sistemáticos (mensais) da Rede Comunitária;

Como é o atendimento: a criança/adolescente e suas famílias, comparecem ao serviço para o atendimento por uma equipe técnica (Assistente Social; Psicólogo). Nesse atendimento, Identifica-se a demanda, avalia-se e discute-se o risco e ou a situação apresentada no momento do atendimento para melhor encaminhamento do caso. A equipe técnica tem apoio jurídico a partir da demanda apresentada. Aciona-se a Rede de serviços que participa do Estudo de Caso para que seja realizado um encaminhamento do caso em conjunto. Acompanha-se e monitora-se o encaminhamento realizado. Enquanto o caso estiver em um dos serviços, ou em “processo”, mantem-se encontros sistemáticos com os envolvidos no(s) atendimento(s).

Condições para o atendimento: ser mulher, do Distrito Raposo Tavares, famílias em situação de vulnerabilidade social; atendidas por um dos nossos serviços e encaminhadas pela Rede. Não se atende os agressores, mas procura-se encaminhá-los. Para atendimento, agendar por telefone e levar RG e CPF.

Equipe: psicólogos e ssistentes Sociais. A partir das discussões de caso que ocorrem com os Gestores, avalia-se a necessidade de compor a equipe com outros profissionais do programa ou da Rede, se assim for avaliada a necessidade. Ex: educadores e pedagogo; Rede: Agentes Comunitários de Saúde; psiquiatras, Conselho Tutelar.

Período de atendimento: das 09 às 16 horas (intervalo de um hora de almoço), de segunda à quarta-feira (dias úteis).

Dados de contato:
Endereço: Av: Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985, Jd. Educandário
CEP: 05564-200 São Paulo – SP
Telefone: (11) 3871 98 64 e 3017 06 44
Email: religar@ligasolidaria.org.br ou poloprevencaoaviolencia@ligasolidaria.org.br
Site: http://www.ligasolidaria.org.br
Ponto de referência: Educandário Dom Duarte – em frente ao Cemitério Israelita, altura KM 15 da Rod. Raposo Tavares.

 

Deixe sua opinião ou comentário sobre o atendimento

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Pryzant Design