Centro de Referência do Idoso Dr. Humberto Mendes de Carvalho

Objetivos: oferecer escuta, acolhimento e orientação a idosos em situação de violência doméstica. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes das diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica e/ou violência sexual e encaminha denúncias para os órgãos competentes. Dispomos de Centro de Testagem e Aconselhamento DST AIDS.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de Altair.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).dias úteis.

Dados para contato:
Avenida waldemar Lopes Ferraz, 55, Centro
CEP: 15400-000 Olímpia – SP
Telefone: (17) 3281 88 90

Unidade de Atendimento de Urgência Vila Cristina – Piracicaba

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência domestica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende adultos e idosos de ambos os sexos, residentes das região de Piracicaba.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Avenida Raposo Tavares, 1737 Jardim Glória
CEP: 13401-457 Piracicaba – SP
Telefone: (19) 3434 22 96

 

AE I – Centro de Saúde

Objetivos: oferecer escuta, acolhimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes, e idosos em situação de violência doméstica. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes das diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica e/ou violência sexual e encaminha denúncias para os órgãos competentes. Dispomos de Centro de Testagem e Aconselhamento DST AIDS.

 

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

 

Como é o atendimento:

 

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de Lorena.

 

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

 

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

 

Dados para contato:
Rua Benedito Marcondes Moura Sobrinho, 38, Vila São Roque
CEP: 12031-060 Lorena – SP
Telefone:

 

UPA Região Norte

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: 24 horas.

Dados para contato:
Rua Manoel Moreno, esquina com Rua Josepha Voltarelli Sanfelice, Jardim Antunes
CEP: 15047-050 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3237 53 15  e (17) 3237 53 21

UPA Central

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: 24 horas.

Dados para contato:
Rua Regente Feijó, 33, Vila Ercília
CEP: 15013-080 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3519 39 90

UPA Vila Toninho

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: 24 horas.

Dados para contato:
Rua Maria Onofre Lopes dos Santos, 610, Vila Toninho
CEP: 15077-030 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3238 20 22

UPA Santo Antonio

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: 24 horas.

Dados para contato:
Rua Ida Tagliavini Polachini, 580, Jardim Santo Antonio
CEP: 15047-162 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3206 20 80

UPA Jaguaré

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: 24 horas.

Dados para contato:
Avenida Danilo Galeazzi, 1891, Caparroz
CEP: 15051-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3202 30 60

UBSF Talhado

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Ezequiel Pinto, 142, Centro Talhado
CEP: 15102-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3829 61 14 e (17) 3829 63 57

UBSF Parque Cidadania

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua João Gagliardo, 105, Parque Cidadania
CEP: 15047-234 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3219 52 20

UBSF Jardim Gabriela

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Prof. Aureliana Ferrari, 250, esquina com rua Jorge Arakawa
CEP: 15042-053 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3206 54 18

UBSF Gonzaga de Campos

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Avenida Feliciano Sales da Cunha, 2140, Jardim Novo Aeroporto
CEP: 15035-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3234 31 39

UBSF Engenheiro Schimitt

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
RRua Otávio Zanetoni, 158, Engenheiro Schimitt
CEP: 15000-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3808 15 86

UBSF Cidade Jardim

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Abner Gomide, 1701, Cidade Jardim
CEP: 15081-100 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3216 61 19

UBS Vila Toninho

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Maria Onofre Lopes dos Santos, 610, Vila Toninho
CEP: 15077-030 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3238 12 27

UBS Vila Anchieta

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Philadelpho Gouvea Netto, 805, Vila Novaes
CEP: 15050-006 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3224 43 22

UBS Vetorazzo

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Avenida Monte Aprazível, 4717, Jardim Vetorazzo
CEP: 15040-260 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3236 58 59

UBS Solo Sagrado

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Beatriz da Conceição, 340, Solo Sagrado
CEP: 15044-025 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3219 9320 e (17) 3219 25 83

UBS São Francisco

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua José de Campo Secco, 750, São Francisco
CEP: 15086-040 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3227 53 60

UBS Parque Industrial

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Oswaldo Aranha, 951, Vila Zilda
CEP: 15025-620 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3233 24 89 e (17) 3231 00 30

UBS Jardim Americano

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Antonio Tavares Pereira Lima, 755, Jardim Americano
CEP: 15061-220 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3224 93 89

UBS Jaguaré

Objetivos: oferecer  escuta, acolhimento, seguimento e orientação às mulheres, crianças e adolescentes e idosos em situação de violência doméstica, sexual e outras violências. Oferece informações úteis e orientações sobre os direitos e serviços existentes nas diversas áreas das políticas públicas, de acordo com as necessidades da pessoa em situação de violência doméstica, sexual e outras violências (violência auto-provocada). Faz a notificação dos casos e encaminha conforme Fluxo e Protocolo Intersetorial Realiza procedimento de orientação, profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência, acompanhamento em saúde mental , bem como o seguimento compartilhado da vítima e família em conjunto com outros serviços/instituição.

Atividades desenvolvidas: oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência doméstica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Como é o atendimento: recebe-se a vítima por busca espontânea e/ou encaminhada de outros serviços. Existe um protocolo “modalidade encaixe” para os casos de violência doméstica, sexual e outras violências nas Unidades de Atenção Básica, para escuta qualificada e encaminhamento conforme o caso. oferecem o atendimento por busca espontânea do serviço, tendo como prioridade os casos de violência. Oferece assistência individual agendada ou plantão diário para casos de violência doméstica com caráter emergencial; Mapeia conjuntamente a rede de suporte social da pessoa em situação de violência domestica e os potenciais riscos para apontar as alternativas a situação atual e rotas de fuga; Encaminha para a rede de assistência especializada da área da saúde e busca fomentar articulação com as demais áreas para criar propostas de intervenção intersetoriais.

Condições para o atendimento: busca espontânea ou encaminhamento. Deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes na região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, NASF, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Avenida Danilo Galeazzi, 1881, Caparroz
CEP: 15051-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3224 0904 e (17) 3202 30 60

SAE – Praia Grande

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento multiprofissional às vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede, dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: na chegada o acolhimento é realizado pelos serviços de psicologia, serviço social ou enfermagem, após a escuta do problema, é agendado retorno com os outros profissionais da Unidade, a depender da natureza do caso, a mulher, homem, criança ou adolescente vitima de violência recebe assistência médica e psicológica no mesmo dia ou são orientados/encaminhados para assistência especializada na rede local.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos,  do município de Praia Grande. Também são prestados atendimentos de emergência para usuários de outros municípios e posteriormente encaminhado para o município de origem, quando a ocorrência foi em Praia Grande.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, assistente social e farmacêuticos).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis). 24 horas para atendimentos emergenciais são realizados nas unidades Pronto Socorro Quietude, Irmã Dulce e Unidade de Pronto Atendimento – UPA.

Dados para contato:
Avenida Presidente Kennedy, 1491, 3º Andar, Jardim Guilhermina
CEP: 11702-200 Praia Grande – SP
Telefone: (13) 3496 52 40

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II Adulto – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua José Polachini Sobrinho, 575, Bom Jardim
CEP: 15084-160 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3227 67 53

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS/AD – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Joaquim Rosa dos Santos s/n, Vila Clementino (esquina com avenida Jaguaré)
CEP: 15051-380 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3227 07 28

Ambulatório de Saúde Mental – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Alberto Sufredini, 2325, Vila Maceno
CEP: 15060-020 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3224 68 66

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS/CRIA – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Centenário, 126, Jardim Europa
CEP: 15014-450 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3227 12 92

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS/CRIA – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Manoel Francisco Raposeiro, 200, Duas Vendas
CEP: 15046-560 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3224 07 28

Centro de Testagem e Aconselhamento – COAS/CTA de Ourinhos

Objetivos: prestar acolhimento às vítimas de violência sexual e outras; realizar encaminhamento das usuárias aos serviços de acordo com a necessidade.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea e encaminhada; notificação da ocorrência á Vigilância Epidemiológica; encaminhamentos para assistência especializada para a administração de medicamentos quando necessário, atendimento psicológicos e sociais, acompanhamento do status sorológico destas pessoas (vitimas).

Como é feito o atendimento: na chegada o acolhimento é realizado pelo aconselhadores que após a escuta/ou conhecimento  do problema, encaminham a vitima à sala de coleta para os exames necessários quando for o caso. Aciona-se o serviço de saúde mais próximo para o atendimento médico imediato, tendo em vista a necessidade da prescrição de medicamento dentro de um prazo máximo de 72 horas. Encaminha-se a vitima a este local para a administração dos medicamentos e  imunoglobulina para hepatite B, da realização do teste de gravidez e avaliação vacinal. Se adulto encaminha-se para o atendimento psicológico no Ambulatório de Saúde Mental, se a vitima for criança é encaminhada ao atendimento do CREAS. A vitima ou seu responsável recebe quando esta em condições orientações sobre o que deverá ser realizados posteriormente, bem como sobre os retorno, orientações sobre direito ao aborto legal. Se não houver condições de serem fornecidas estas orientações neste primeiro momento, será agendado um atendimento posterior.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de Ourinhos.

Equipe: multiprofissional (enfermeiros, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 8 às 20 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Dom José Marello, 385, Vila Mano
CEP: 19912-040 Ourinhos – SP
Telefone: (14) 3325 20 45

Hospital Guilherme Álvaro

Objetivos: prestar assistência à saúde nas especialidades de clinica médica, clínica cirúrgica, ginecologia e obstetrícia, com apoio de profissionais de assistência social e psicológica. Dispõe de um ambulatório especializado para o atendimento de mulheres vítimas de violência sexual e violência doméstica, realiza aconselhamento e profilaxia em DST/Aids e contracepção de emergência.

Atividades desenvolvidas: assistência médica, psicológica e orientação social para os casos de violência sexual e aborto previsto em lei.

Como é o atendimento: na chegada, após atendimento médico e de enfermagem, a mulher é acolhida pela equipe multiprofissional e a assistente social ou psicólogo que realiza a escuta qualificada, estabelece vínculo e orienta sobre a prestação de serviço. A mulher é preparada para a assistência ambulatorial médica ginecológica para realização de exames, prevenção de DST/AIDS e gravidez indesejada. A depender das necessidades de cada caso, são realizados os encaminhamentos para proteção em abrigo, registro de boletim de ocorrência, vara da infância e outros serviços jurídicos. A mulher também recebe acompanhamento psicológico desde sua chegada ao serviço, até o tempo necessário para o restabelecimento de sua rotina e reinserção na sociedade. Nos casos de gravidez por estupro em que a mulher decide pela interrupção da gestação é oferecido o aborto previsto na lei, e todos são discutidos e seguidos em equipe multiprofissional.

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Em geral, as usuárias chegam ao serviço encaminhadas por outras instituições de saúde da rede municipal. Atende crianças e adolescentes de ambos os sexos, residentes na região da Baixada Santista.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, assistente social entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis);  24 horas (atendimento de emergência).

Dados para contato:
Avenida Siqueira Campos, 456, Boqueirão
CEP: 11045-200 Santos – SP
Telefone: (13) 3202 13 90

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS/CRIA – São José do Rio Preto

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência no seguimento em saúde mental nos caso de violência doméstica, sexual e outras violências.

A acolhida é realizada pelo serviço de psicologia, onde será planejado o acompanhamento, conforme o caso, podendo ser compartilhado com outros profissionais (psiquiatria, enfermagem, assistência social), como também com outras instituições de defesa e garantia dos direitos.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Prudente de Morais, 3575, Vila Ercília
CEP: 15014-010 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3227 67 53

Centro de Atendimento Especializado na Saúde da Mulher – CAESM

Objetivos: presta acolhimento e atendimento médico, psicológico e social às vítimas de violência doméstica, sexual e outras violências (autoprovocada).

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe.

Como é feito o atendimento: a instituição é referência municipal para o atendimento às mulheres e adolescentes do sexo feminino vítimas de violência sexual, também no atendimento/seguimento às mulheres vítimas de violência autoprovocada.

Nos casos de violência sexual, atende os casos em que houve violência sexual aguda, até 72 horas, para a realização de profilaxias HIV/AIDS, DST, Hepatites. As usuárias são acolhidas pela equipe de médico ginecologista, enfermagem e psicologia. Faz-se o seguimento para as questões medicamentosas com a equipe desta instituição  e podem seguir o tratamento nesta equipe ou com outra equipe CAPS, conforme o caso.

Condições de atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes da região de São José do Rio Preto.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos e assistente social).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Avenida Philadelpho Gouveira Neto, 1960, Jardim Conceição
CEP: 15030-790 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3215 18 47

Hospital de Base de São José do Rio Preto/Fundação Faculdade de Medicina de Rio Preto

Objetivos: prestar assistência à saúde nas especialidades de clinica médica, clínica cirúrgica, ginecologia e obstetrícia, com apoio de profissionais de assistência social e psicológica. Dispõe de um ambulatório especializado para o atendimento de mulheres vítimas de violência sexual e violência doméstica, realiza aconselhamento e profilaxia em DST/Aids.

Atividades desenvolvidas: assistência médica, psicológica e orientação social para os casos de violência sexual e aborto previsto em lei. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual, quimioprofilaxia para HIV/Aids, contracepção de emergência e aborto previsto por lei.

Como é o atendimento: nos casos de violência, a vítima é acolhida pelo profissional que a recebe e encaminhada diretamente para o 4º andar, Projeto Acolher. Neste local recebe o atendimento médica, enfermagem, serviço social e psicologia, conforme o caso. Quando se trata de crianças e adolescentes, é acionado o plantão policial para abertura do boletim de ocorrência que requisita os serviços do IML, que podem ser feitos no próprio.

A equipe também faz as orientações e os encaminhamentos para delegacias especializadas, IML, Conselho Tutelar entre outros, conforme a necessidade de cada caso.

O seguimento para as profilaxias é realizado no hospital e o atendimento em saúde mental pode ser dar por este serviço ou pelos serviços da rede municipal de assitência às vítimas de violência, de acordo com a especifidade de cada caso.

Em caso de gravidez por estupro, após orientação, quando a mulher ou a adolescente decidem pela interrupção da gestação, o serviço oferece  o aborto previsto na le e a a assistência necessária para sua realização.

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Em geral, as usuárias chegam ao serviço encaminhadas por outras instituições de saúde da rede municipal. Atende crianças e adolescentes de ambos os sexos, residentes nos municípios pertencentes à Divisão Regional de Saúde de Rio Preto (DRS-15).

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, assistente social entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis);  24 horas (atendimento de emergência).

Dados para contato:
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 5544
CEP: 15090-000 São José do Rio Preto – SP
Telefone: (17) 3201 50 00

Pronto Socorro de São José do Rio Pardo

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de São José do Rio Pardo.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Campos Sales s/n, Centro
CEP: 13720-000 São José do Rio Pardo – SP
Telefone: (19) 3608 74 84

Centro de Referência em Saúde da Mulher

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de São José do Rio Pardo.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Dr. Neje Farah, 93, Vila Bela Vista
CEP: 13720-000 São José do Rio Pardo – SP
Telefone: (19) 3682 78 83

SAE Bebedouro – Serviço de Assistência Especializada

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de Bebedouro.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Raul Furquim, 2010, Jardim Marajá
CEP:  14706-045 Bebedouro – SP
Telefone: (17) 3344 81 01

Vigilância Epidemiológica de Itapetininga

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de Itapetininga.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Plácido Cardoso, 140, Jardim Mesquia
CEP:  18213-530 Itapetininga – SP
Telefone: (15) 3373 54 26

Ambulatório de Moléstias Infecciosas de Tupã

Objetivos: prestar acolhimento e acompanhamento médico e psicológico às vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda oriunda de encaminhamentos dos hospitais Santa Casa e São Francisco para acompanhamento. Realiza encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento: o primeiro atendimento na instituição é feito a partir do encaminhamento dos hospitais da região (Santa Casa e São Francisco). Faz-se a triagem dos casos e agendamento das consultas médicas.

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de encaminhamento, documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de Tupã.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, psicólogos, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 17 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis), para triagem e agendamento; das 7 às 9 horas, atendimento médico com consulta agendada.

Dados para contato:
Rua Cherentes, 951, Centro
CEP:  17600-090 Tupã – SP
Telefone: (14) 3491 56 40

Pronto Socorro Municipal Dr. Oscar P. Martins Filho

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de São João da Boa Vista.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua da Saudade, 25, Vila Conrado
CEP:  13870-700 São João da Boa Vista – SP
Telefone: (19) 3634 50 00

Pronto Socorro Municipal de Mococa

Objetivos: prestar acolhimento e atendimento médico e psicológico as vítimas de violência doméstica e sexual.

Atividades desenvolvidas: acolhimento da demanda espontânea, assistência médica, orientação psicológica individual e familiar, acompanhamento e encaminhamentos para assistência especializada na rede ou para ONGs especializadas dependendo das necessidades de cada caso, discussões em equipe. Atendimento para situações de violência doméstica e violência sexual e contracepção de emergência.

Como é o atendimento:

Condições para o atendimento: deve-se procurar o serviço munido de documento de identificação e cartão SUS. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos do sexo feminino, residentes das região de Mococa.

Equipe: multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, entre outros).

Período de atendimento: das 7 às 18 horas, de segunda à sexta-feira (dias úteis).

Dados para contato:
Rua Visconde do Rio Branco, 1445, Centro
CEP:  13730-000 Mococa – SP
Telefone: (19) 3656 47 05

Pryzant Design